#11 – Estereoscopia no cinema | AudiovisualCast

Você já viu um filme em 3D e imaginou: “se fosse em 2D não teria sido legal”? O 3D é para você um atrativo ou algo a ser evitado? Qual é a melhor maneira de utilizar esse recurso no cinema?

A partir do estudo dos filmes “Como treinar seu dragão” 1 e 2, Paula Sampedro e Diogo Gonçalves pesquisaram a estereoscopia do ponto de vista da linguagem e compartilharam neste episódio os resultados que encontraram. Conversamos sobre a origem desta técnica, como a imagem estereoscópica é produzida, o seu uso como estratégia de convencimento para as pessoas frequentarem as salas de cinema, e sobre as inconveniências como a tontura, óculos, legendas e ingressos mais caros.

O 3D tem futuro nas produções cinematográficas? Participe desse nosso episódio disponível também em IMAX 3D e RealD 3D!

Se preferir, escute pelo celular.

Quer contribuir com a discussão? Comente aqui ou mande um email para contato@audiovisualcast.com.br. O resultado será trazido no próximo episódio!

Vídeos citados no episódio:










Publicações científicas citadas no episódio:

E se quiser usar algo dito nesse podcast em sua pesquisa, facilito pra você:

SAMPEDRO, P. P.; GONÇALVES, D. A.; OLIVEIRA, B. J. #11 – Estereoscopia no cinema | AudiovisualCast. Podcast (65 min), 2017. Disponível em: <http://audiovisualcast.com.br/2017/11/11-estereoscopia-no-cinema-audiovisualcast>. Acesso em: 26 Set. 2018.

Licença Creative Commons

Contribua com a discussão

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *