#15 – Mulheres no audiovisual | AudiovisualCast

Dos 142 longas brasileiros lançados comercialmente em 2016, 75,4% foram dirigidos por homens brancos, 19,7% por mulheres brancas, e apenas 2,1% por homens negros. Nenhum foi dirigido ou roteirizado por uma mulher negra. Estes dados da ANCINE ilustram um pouco o gigantesco abismo que separa os gêneros no audiovisual brasileiro.

Precisamos falar sobre a presença da mulher nas mídias audiovisuais, tanto nas telas como nos bastidores, e pensar em maneiras de resolver esse problema!

Elissa Schpallir comanda esse episódio do AudiovisualCast que contou com a presença de Ana Heloiza Pessotto e Débora Dias. Ana Heloiza está na reta final da etapa de contribuições do catálogo colaborativo A CineastA, um aplicativo financiado pelo MinC e A Secretaria do Audiovisual que tem a meta de incentivar produções realizadas por mulheres. Débora compartilhou a sua experiência na elaboração do curta Vozes, projeto que aborda a cultura do estupro na nossa sociedade.

Se preferir, escute pelo celular.

Quer contribuir com a discussão? Comente aqui ou mande um email para contato@audiovisualcast.com.br. O resultado será trazido no próximo episódio!

Vídeos citados no episódio:















 

Publicações científicas citadas no episódio:

Outros conteúdos citados:






Teste de Bechdel

E se quiser usar algo dito nesse podcast em sua pesquisa, facilito pra você:

PESSOTTO, A. H. V.; DIAS, D.; SILVA, E. S. #15 – Mulheres no audiovisual | AudiovisualCast. Podcast (88 min), 2018. Disponível em: <http://audiovisualcast.com.br/2018/04/15-mulheres-no-audiovisual-audiovisualcast>. Acesso em: 15 Ago. 2018.

Músicas utilizadas no episódio: https://www.bensound.com
A imagem da capa foi empregada neste podcast para fins de estudo e crítica, uso permitido conforme prevê o artigo 46 da Lei Nº 9.610/98.

Licença Creative Commons

Contribua com a discussão

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *